Revide, Walter Gomes oculta patrimônio, dizem PF e Gaeco, notícias de ribeirão preto, pf, gaeco, operação sevandija

Walter Gomes oculta patrimônio, dizem PF e Gaeco

O vereador afastado é investigado pelos crimes de organização criminosa e corrupção passiva; ele teria utilizado laranja para esconder bens materiais

A Polícia Federal e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que deflagrou nesta quarta-feira, 14, a Operação Eclipse, a terceira fase da Sevandija, informou que encontrou documentos que apontam que o vereador afastado Walter Gomes (PTB) oculta patrimônio.

Walter Gomes, preso preventivamente nesta fase da operação é investigado pelos crimes de organização criminosa e corrupção passiva, teria utilizado laranjas para esconder bens materiais e imóveis como casas, apartamentos, chácaras e veículos.

“Apreendemos documentos que corroboram com nossas investigações de que o investigado teria bens não declarados, como contratos para aquisição destes bens. Concluímos que ele teve uma conduta de alienar estes bens, o que não poderia ocorrer, se não tivessem ocultos em nome de terceiros”, disseram os investigadores.

Além da prisão preventiva do vereador, a PF cumpriu quatros mandados de busca e apreensão; um foi na casa do presidente afastado da Câmara, um em uma empresa dele e outros dois em casa de familiares do investigados.

Foto: Blanche Amâncio

Compartilhar: