Revide, Satélite de estudantes brasileiros entra em órbita nesta segunda, 16, satélite, ciência, espaço, planeta, japão

Satélite de estudantes brasileiros entra em órbita nesta segunda, 16

Nanossatélite será ferramenta de um experimento que estuda a formação de bolhas de plasma na atmosfera

O satélite Tancredo-1, desenvolvido por estudantes do ensino fundamental de uma escola pública em Ubatuba, entrará em órbita nesta segunda-feira, 16, a partir do módulo japonês da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

A entrada do Tancredo-1 em órbita poderá ser vista pela internet no canal da agência espacial japonesa (Jaxa, na sigla em inglês) no YouTube.

Com 9 centímetros de diâmetro, 13 centímetros de altura e pesando 700 gramas, o nanossatélite Tancredo-1 foi totalmente construído no Brasil e tem o apoio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e da Agência Espacial Brasileira (AEB) – ambas entidades vinculadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A iniciativa também é reconhecida por ter os mais jovens estudantes integrados a um projeto espacial.

O artefato ficará na órbita da Terra, a 400 quilômetros de altitude, e será ferramenta de um experimento que estuda a formação de bolhas de plasma na atmosfera, fenômeno que interfere na captação de sinais de satélite e em antenas parabólicas em países localizados na linha do Equador, por exemplo.

O satélite também carrega um gravador que propaga uma mensagem gravada pelos estudantes. O Tancredo-1 foi ao espaço no dia 9 de dezembro, por meio de um foguete lançado pela Jaxa.

CC0 Public Domain Creative Commons 3.0

Compartilhar: