O coco e o dendê

Uma feliz e simples combinação de dois ingredientes da culinária brasileira, enriquecidos com tomates e folhas de basílico, dá vida a uma bela posta de Congrio Dourado do Chile ou ao nosso Robalo, todos transformados em aromas e sabores pela invisível magia do calor de nossos fornos.
Refogue os tomates no azeite de oliva até fritarem levemente. Escorra com uma escumadeira, adicione o basílico, a pimenta e o sal. Reserve.

Os tomates e o basílico
- 6 tomates rasteiros maduros sem pele e sem sementes picadinhos
- 1 xícara (chá) de folhas de basílico frescas cortadas em tiras largas
- ½ pimenta dedo de moça sem sementes picadinha
- 2 colheres de sopa de azeite de oliva
- sal

Congrio Dourado do Chile ou nosso RobaloO cozimento do peixe 
Em uma forma refratária, despeje inicialmente todo o leite de coco e acomode folgadamente os filés do peixe. No espaço entre eles, distribua o azeite de dendê lentamente, sob a forma de fio. Distribua os tomates refogados e escorridos cuidadosamente sobre os filés e leve ao forno aquecido a 180 graus centígrados até o molho borbulhar. Retire a forma do forno e, cuidadosamente, remova os filés do peixe e reserve.

O peixe
- 400 ml de leite de coco
- 4 filés altos de peixe, de 400 gramas cada, sem a pele
- 80 ml de azeite de dendê
- sal

Finalizando o molho
Dissolva uma colher (sopa) de amido de milho em 200 ml de água fria. Coloque o molho obtido em uma panela, leve ao fogo brando e, quando iniciar fervura, adicione o amido aos poucos, mexendo sempre até obter um molho espesso.

Como apreciar
Aqueça os filés rapidamente no forno; coloque-os em pratos aquecidos, circunde com o molho quente ou sirva o mesmo a parte em uma molheira. Um arroz branco soltinho, uma taça de Riesling, alguém para compartilhar e nada mais. Bon appétit!

Compartilhar:




Blog Gastronomia

João Roberto
Por João Roberto Médico formado pela USP e consultor em food & wine styling and phtography, e-mail: la.pyramide@uol.com.br
Ver todas as postagens de João Roberto