Bastidores da Política | 06.06.2019, bastidores, politica, skafm padilha

Bastidores da Política | 06.06.2019

As principais informações da política em Ribeirão Preto

Quando a esmola é demais
O “empresário misterioso” que garantiu ao secretário de Assistência Social, Guido Desinde Filho, que seria o responsável pela construção e doação da segunda unidade do Bom Prato em Ribeirão Preto desistiu da proposta. Com isso, o projeto original da Prefeitura será retomado. A previsão, segundo o governador João Doria (PSDB) é de que o restaurante esteja funcionando no primeiro semestre de 2020.
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Vai longe
O debate acerca do número de vereadores na Câmara de Ribeirão Preto promete durar mais algumas sessões. Recentemente, Maurício Vila Abranches (PTB) buscou embasamento jurídico e “poder de fogo” para contra-atacar as propostas de redução. Segundo a assessoria do parlamentar, nomes como o advogado Brasil Salomão, o ex-vereador e professor Gilberto Abreu e o ex-prefeito João Gilberto Sampaio se posicionaram a favor de manter 27 cadeiras. 
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

S de Skaf 
A Câmara dos Vereadores de Ribeirão Preto aprovou o projeto que concede ao empresário Paulo Skaf (MDB) o título de cidadão ribeirãopretano. De autoria do vereador Alessandro Maraca (MDB), o texto enaltece a importância do sistema S na cidade.  No último ano, as cidades de Jaguariúna, Birigui, Itapevi, Botucatu, Araras, Praia Grande e Ourinhos concederam o título ao empresário. Apesar de as justificativas não citarem as atividades políticas de Skaf, os pedidos sempre partem de vereadores filiados ao MDB.


N de Novela
Inclusive, segundo Maraca, havia o interesse de Skaf na construção de um Sesi no terreno da antiga Cianê, mas o projeto não vingou em razão de entraves municipais. Aproveitando a deixa, Igor Oliveira (MDB) também citou que o que viria a se tornar a novela dos aquecedores nas piscinas da Cava do Bosque teve início após uma doação de Skaf. Em 2014, o empresário, que se preparava para lançar a candidatura para o governo estadual, doou os equipamentos em cerimônia que contou com a presença da ex-prefeita Dárcy Vera. Até o momento (cinco anos depois), os aquecedores ainda não foram instalados.


Paulada
No último final de semana, a Câmara sediou a audiência pública “o impacto da Reforma da Previdência sobre as mulheres”. Para discutir o tema, além de mulheres representando grupos populares e políticos da cidade, estiveram presentes a deputada estadual professora Bebel (PT) e o deputado federal Alexandre Padilha (PT).  Segundo Padilha, a proposta do governo Bolsonaro (PSL) é “cruel com as mulheres”. “A equipe econômica viu que a expectativa de vida das mulheres aumentou e pensou: ‘é aqui que vai a paulada’”, declarou. 



"Eu não tenho programa de rádio ou televisão. Eu fui eleito vereador para trabalhar. E até o dia 31 de dezembro de 2020, eu serei vereador",
rebateu o parlamentar Elizeu Rocha (PP), vice-líder do governo, a respeito das críticas direcionadas à Secretaria da Saúde.

Compartilhar: