Bastidores da Política | 14.06.2019, bastidores, politica, lar santana, ajuda externa

Bastidores da Política | 14.06.2019

As principais informações da política em Ribeirão Preto

Colher de chá
Após um empresário da cidade ser notificado para retirar um outdoor que continha uma mensagem religiosa, alguns vereadores ficaram indignados com a Prefeitura por ela não abrir uma “exceção” na Lei da Cidade Limpa. “Eu não sei o que acontece com a Prefeitura no que se refere ao resgate dos bons costumes, da religião, da fé e das ideologias da nossa cidade. [...] A lei deve ser cumprida, mas também sou favorável à família”, declarou Orlando Pesoti (PDT). O coro foi engrossado pelos vereadores Igor Oliveira (MDB), Marmita (PP) e Bertinho Scandiuzzi (PSDB).



Mui respeitosamente
A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Vereadores emitiu parecer contrário ao projeto de lei da Prefeitura que visa transferir para a Fiscalização Geral o poder de coibir a atuação dos “flanelinhas” no município. Na decisão, a assessoria jurídica do vereador Maurício da Vila Abranches (PTB) não economizou no “juridiquês”. Legiferante, avocar, lindes, diapasão e tergiversando foram algumas das palavras empregadas na argumentação — sem contar os termos em latim. 



Fechou a torneira
O secretário municipal de Planejamento, Edsom Ortega Ortega, foi convocado pelo vereador Alessandro Maraca (MDB) para prestar esclarecimentos sobre a ocupação do Lar Santana, na zona oeste de Ribeirão Preto. Durante sabatina na Câmara, o secretário afirmou que a Prefeitura mal tem dinheiro para tapar os buracos e aparar a grama em dia, quanto mais para realizar uma obra dessa proporção.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Ajuda externa
Com o orçamento em baixa, a Prefeitura depende de projetos com captação de recursos federais para obras na cidade, incluindo o restauro do Lar Santana. Um projeto que já possui recursos liberados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é a reforma do prédio da Caixa Econômica Federal, no Centro da cidade. O local deverá abrigar o gabinete do prefeito e a Secretaria da Fazenda. 
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Ajuda externa 2
O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) se encontrou com o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes na terça-feira, 11 de junho, em Brasília, para entregar um relatório memorial com documentos referentes à lei do IPTU Verde. Nogueira já havia sido derrotado nessa pauta na Câmara de Ribeirão Preto, no Tribunal de Justiça do Estado, e no próprio STF, após julgamento do ministro Celso de Mello. O Executivo tenta barrar a aplicação do desconto.

“Não temos orçamento para aquele prédio e nem nenhuma outra reforma. Temos dificuldade para tapar os buracos e cortar o mato na velocidade que seria necessário”,

admitiu o secretário de Planejamento, Edsom Ortega, durante sabatina na Câmara sobre o Lar Santana.

Compartilhar: