Bastidores da Política | 28.06.2019, bastidores, politica, próurbano, transerp

Bastidores da Política | 28.06.2019

As principais informações da política em Ribeirão Preto

Próxima parada
Paralelamente à decisão do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), a chegada de julho marca o fim do prazo legal para a PróUrbano informar se irá ou não reajustar o preço da passagem na cidade. Em fevereiro, foi aprovado um projeto de autoria do vereador Alessandro Maraca (MDB) exigindo que a concessionária informasse com antecedência de 20 dias sobre o reajuste. O texto foi vetado pelo prefeito, a Câmara derrubou o veto e, agora, aguarda o julgamento de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin). 


Mais um 
A ex-prefeita Dárcy Vera teve mais um pedido de habeas-corpus negado. De forma unânime, os desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) negaram o pedido da defesa de que Dárcy estaria sofrendo “constrangimento ilegal”. A Justiça negou os últimos pedidos da ex-prefeita que incluem outras solicitações de habeas-corpus, de revogação do cárcere e de prisão domiciliar.


Jogou a toalha
Ainda sobre os desdobramentos da Sevandija, o advogado Daniel Seixas Rondi, que defendia o ex-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Wagner Rodrigues, afirmou que não representará mais o cliente. “Por razões de foro íntimo, renunciei aos mandatos judiciais que me foram outorgados”, declarou Rondi. Rodrigues será defendido por um advogado da Capital.


Em xeque
O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, e o Procurador da República, Deltan Dallagnol, participarão de um congresso em Ribeirão Preto, em novembro. Barroso trará uma palestra com o título “Um Olhar Sobre o Mundo e Sobre o Brasil”. Já Dallagnol, falará sobre “Ética nos negócios”. Recentemente, o nome de Dallagnol foi lançado no centro de um debate sobre ética no Direito após o vazamento de conversas que ele mantinha com o então juiz Sérgio Moro sobre o andamento da Operação Lava Jato.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Patrimônio polêmico
A Câmara dos Vereadores aprovou o projeto de resolução que instaura uma Comissão Especial de Estudos (CEE) para discutir alternativas para o trânsito de veículos peados na Avenida Nove de Julho. Em 2018, a avenida foi alvo de discussões na Câmara, quando se cogitou retirar o tombamento da via.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

“Uma avenida histórica, mas que está em estado de calamidade, totalmente abandonada. Ônibus e caminhões passam por lá sem nenhum tipo de regulamento”

 declarou o vereador Elizeu Rocha, durante a criação da comissão de estudos que irá discutir alternativas para o trânsito de veículos pesados
na Avenida Nove de Julho.

Foto: Alan S Ribeiro.

Compartilhar: