Revide, CNJ abre inscrições para prêmio Memória do Poder Judiciário, Prêmio; CNJ; memória; poder judiciário; Conselho Nacional de Justiça

Os trabalhos vencedores receberão certificados, diplomas e placas, bem como serão disponibilizados no portal do CNJ

CNJ abre inscrições para prêmio Memória do Poder Judiciário

Interessados têm até dia 15 de dezembro para se inscrever

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu na última quarta-feira, 1, as inscrições para a primeira edição do “Prêmio CNJ Memória do Poder Judiciário”. O concurso premia ações, atividades, experiências, projetos, programas, produção científica ou trabalhos acadêmicos voltados à preservação, valorização e difusão dos bens culturais materiais e imateriais do Poder Judiciário.

As inscrições para o prêmio vão até 15 de dezembro, a premiação acontecerá na semana do dia 10 de maio, Dia da Memória do Poder Judiciário, durante o Encontro Nacional da Memória do Poder Judiciário. Os trabalhos vencedores receberão certificados, diplomas e placas, bem como serão disponibilizados no portal do CNJ.

Prêmio CNJ Memória do Poder Judiciário

O prêmio é dividido em sete categorias: Especial; Difusão cultural e direitos humanos; Trabalho acadêmico ou científico; Patrimônio Cultural Arquitetônico; Patrimônio Cultural Arquivístico; Patrimônio Cultural Bibliográfico; e Patrimônio Cultural Museológico. Entre os objetivos, estão promover a conscientização e a reflexão dos integrantes do Poder Judiciário e da sociedade quanto à necessidade de conhecimento e valorização da história, da memória e do patrimônio cultural; reconhecer e disseminar boas práticas voltadas à conservação, preservação, restauração, valorização e difusão de bens culturais; estimular a eficiência, a inovação e o trabalho colaborativo nos Espaços de Memória do Poder Judiciário.

Para esta primeira edição, poderão concorrer os projetos iniciados ou concluídos nos anos de 2020 e 2021 e as produções científicas ou trabalhos acadêmicos publicados no mesmo período. O público externo poderá participar na categoria “Trabalho científico ou acadêmico”, com produções sobre a história e os bens culturais do Poder Judiciário, abarcando artigos científicos, trabalhos de conclusão de curso de graduação (TCC) e especialização, dissertações de mestrado, teses de doutorado e livre-docência e outras publicações científicas.

Para se inscrever, o candidato deve preencher o formulário clicando aqui.

*Com informações do CNJ

Foto: Pexels

Compartilhar: