Revide, Bosque de Ribeirão Preto amplia projeto de compostagem, compostagem; bosque; zoológico; Ribeirão Preto

O adubo que é gerado na compostagem será utilizado pelo bosque para o plantio e reposição de mudas

Bosque de Ribeirão Preto amplia projeto de compostagem

A ação agora trabalha com base nas boas práticas de planejamento e gestão ambiental

Neste ano, o projeto de compostagem do Bosque Zoológico Fábio Barreto, em Ribeirão Preto, criado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, expandiu seus trabalhos com base nas boas práticas de planejamento e gestão ambiental.

Agora, o adubo que é gerado na compostagem será utilizado pelo bosque para o plantio e reposição de mudas. “Com a implantação deste sistema controlado, a compostagem passou a ser realizada por camadas, melhorando o odor, diminuindo o aparecimento de roedores, urubus e pragas no local”, informou a secretária do Meio Ambiente, Catherine D’Andrea.

Compostagem

A compostagem é um processo de decomposição biológica de resíduos orgânicos, ou seja, a transformação de matéria orgânica (frutas, cascas de ovo, fezes de herbívoros, restos de café, etc.) em uma substância consistente: o adubo.

O material que é destinado para a compostagem é organizado com camadas de 20 cm de espessura, sendo: esterco, resíduos orgânicos – restos e rejeitos do setor de nutrição animal (frutas, verduras, semente, rações, esterco de grandes herbívoros) – e resíduos vegetais – folhas, fenos, alfafa e serragem –, especificamente nessa ordem.

“Além de ser uma opção sustentável para a destinação de resíduos, a compostagem auxilia na redução de rejeitos enviados ao aterro sanitário, suprimindo o desperdício do material orgânico produzido no Bosque Zoológico”, finaliza a secretária do Meio Ambiente.

*Texto de Laura Oliveira, com informações da Prefeitura de Ribeirão Preto.

Foto: Divulgação Prefeitura de Ribeirão Preto

Compartilhar: