Revide, Considerada irregular, publicidade em pontos de ônibus ainda não foi retirada , publicidade, irregular, prourbano

A prefeitura havia proibido a exploração e comercialização de publicidade nos abrigos

Considerada irregular, publicidade em pontos de ônibus ainda não foi retirada

De acordo com presidente da CPI do Transporte na Câmara, decisão da administração municipal teria de ter efeito imediato

A Prefeitura de Ribeirão Preto determinou a proibição, no dia 27 de outubro, da exploração e comercialização de publicidade nos abrigos de pontos de ônibus na cidade. A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte da Câmara, presidida pelo vereador Marcos Papa (Rede), havia apontado a ilegalidade da prática.

De acordo com o vereador, a decisão da prefeitura teria efeito imediato. "Era pra tirar na hora", diz Papa. Porém, os abrigos ainda continuam com publicidade, que agora é considerada irregular. Segundo Papa, cabe à prefeitura explicar porque os anúncios ainda não foram retirados.

A autorização para venda dos espaços havia sido concedida pelo ex-secretário de Administração do governo Dárcy Vera, Marco Antônio dos Santos, hoje investigado na Operação Sevandija. De acordo com o secretário dos Negócios Jurídicos de Ribeirão Preto, Alexsandro Fonseca Ferreira, não houve licitação para a venda dos espaços e a comercialização desses espaços não faz parte do contrato de concessão da PróUrbano, consórcio que administra o transporte coletivo urbano de Ribeirão Preto.

A Prefeitura e a PróUrbano foram procuradas pela reportagem, mas não responderam ao contato do Portal Revide até o fechamento da matéria.

Fotos: Amanda Bueno/Gustavo Ribeiro

Compartilhar: