Frota de ônibus deve funcionar de forma parcial em Ribeirão Preto

Frota de ônibus deve funcionar de forma parcial em Ribeirão Preto

De acordo com a determinação da Justiça do Trabalho, 35% dos motoristas precisam voltar a trabalhar em horários normais e 50% nos horários de pico

Na tarde desta terça-feira, 21, a Justiça do Trabalho determinou que os motoristas do transporte público de Ribeirão Preto, que estão em greve desde à meia-noite, devem voltar a trabalhar de forma parcial. Segundo o Sindicato dos Empregados do Transporte Urbano de Ribeirão Preto, a categoria reivindica aumento salarial de 12,47%, e maiores reajustes no vale-alimentação e no Programa de Participação de Lucros e Resultados (PLR).

Após ação do Consórcio PróUrbano, o desembargador Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, determinou que 35% da frota deve voltar atuar nos horários normais e 50% nos horários de pico – entre às 6h e 8h e às 17h e 19h.

A pena é de R$ 1 mil de multa diária para cada trabalhador que descumprir a decisão.

Uma audiência de mediação para novo acordo foi marcada para ocorrer nesta quarta-feira, 22, às 14h30.

Compartilhar: