Revide, Projeto Patas Unidas realiza 4° ação beneficente em prol dos animais resgatados, em Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Patas Unidas, ONG Animal

Projeto Patas Unidas realiza 4° ação beneficente em prol dos animais resgatados, em Ribeirão Preto

Em parceria com o projeto Animais sem Teto, a ONG está produzindo o festival Massas e Pizzas, que ocorre no dia 11 de junho

O Projeto Patas Unidas, em parceria com o projeto Animais sem Teto, realiza mais uma ação beneficente, produzindo o festival Massas e Pizzas, em Ribeirão Preto. A iniciativa ocorre no dia 11 de junho, e conta com 16 deliciosos sabores entre pizzas tradicionais, vegetarianas, veganas, doces e as massas da Divinittà Pizzaria.

A ideia de realizar a 4° ação beneficente, é justamente em prol dos animais resgatados. O projeto realiza campanhas para conseguir fundos, a fim de ajudar os bichinhos nas castrações, vacinações e em rações para alimentação do mês.

Segundo Emily Olini Lorençati, uma das responsáveis pela ação, o objetivo da campanha é também diminuir o número de casos de abandono. “Além dos resgates, trabalhamos com a conscientização da população pois acreditamos que devemos trabalhar no foco do problema para resolver os inúmeros casos de abandonos”, afirma.

As massas e pizzas estão à venda no valor de R$ 35 e as pizzas veganas no valor de R$45. As massas disponíveis são: lasanha de presunto e queijo, rondelli de presunto e queijo e rondelli de quatro queijos. As pizzas têm disponíveis nos sabores, calabresa, muçarela, presunto, lombo, palmito, portuguesa, frango, romeu e julieta e chocolate, já as pizzas veganas, são de três queijos, marguerita, shimeji e shitake, e a do Chef, que acompanha milho, ervilha, tomate e azeitona.

As entregas vão acontecer no dia 11 de junho de 2022, das 10h30 até as 13h30, na construtora Otcon, localizada na Avenida Costábile Romano, 2635, no bairro Ribeirânia. 

Projeto Patas Unidas

O projeto surgiu por meio da união de cinco amigas, que desejavam oferecer um suporte à população da cidade, referente ao socorro de animais em situação de abandono ou sofrimento. “Não temos um local específico e nem recursos para socorrer os animais. O nosso objetivo é orientar aquelas pessoas que têm o desejo de ajudar e não sabem como”, explica Márcia.

O objetivo principal do projeto é a castração dos animais, já que isso não ocorre por parte do poder público. Então, o Patas Unidas busca recursos, por meio de ações sociais, a fim de obter a quantia necessária para castrar o máximo de animais possível. “Sonhamos em transformar cada cidadão da cidade em um protetor também”, ressalta a responsável.

Hoje, o projeto está atuando em parceira com a protetora Leilane, que é ativa na proteção de animais em Ribeirão Preto, e responsável pelo projeto Animais sem Teto. “A parceria com ela visa auxiliá-la nos gastos que ela tem com os resgates que faz. Ela é uma protetora que anualmente entrega cerca de 500 animais para adoção responsável, a grande maioria filhotes”, acrescenta Márcia.

Foto: Divulgação

Compartilhar: