Revide, Terceira colocada em licitação assume obras da Mugnatto Marincek, mugnatto marincek, duplicação, avenida, ribeirão preto, tecla

A duplicação da avenida é uma das obras que foi incluída nas intervenções de mobilidade urbana, com recursos do PAC II

Terceira colocada em licitação assume obras da Mugnatto Marincek

De acordo com a Prefeitura, as obras de duplicação devem ser entregues em 18 meses

A terceira empresa habilitada pela comissão de licitação em abril de 2016, para execução do projeto de duplicação da Avenida Mugnatto Marinceck, na Zona Leste de Ribeirão Preto, a Tecla Construções LTDA, aceitou nesta segunda-feira, 13, dar continuidade nas obras.

A empresa ficará responsável pela pavimentação e duplicação da avenida entre a Rodovia Anhanguera e Rua José Malvaso, no Jardim Antonio Palocci. A expectativa da Prefeitura é de que tudo seja entregue em 18 meses. Porém, o secretário de Infraestrutura, Pedro Pegoraro, afirma que parte da obra poderá ser inaugurada ainda em 2018.

A duplicação da avenida é uma das obras que foi incluída nas intervenções de mobilidade urbana, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), que teve o financiamento aprovado de R$ 310 milhões. A obra foi orçada em R$ 35,9 milhões, com prazo de execução de dois anos, porém a empresa vencedora na época não concluiu os serviços.

Segundo o secretário, a empresa anterior realizou apenas 8,2% e, com o valor remanescente, previsto de R$ 23 milhões, a Tecla Construções executará 92% do restante da obra. “Acredito que até o final deste mês a empresa já recomece o trabalho. Assim que o contrato for assinado, será elaborado o cronograma de execução e daremos a ordem de serviço”, explicou.

O vereador Alessandro Maraca (PMDB) que presidiu a Comissão Especial de Estudos (CEE) que indicou para a prefeitura que o contrato com a empresa Prime, que havia tomado a obra inicialmente, deveria ser rescindido, afirma que fiscalizará “as obras de perto para que os problemas, como os ocorreram com a outra empresa, não voltem acontecer”.

 

 

Foto: Arquivo Revide

Compartilhar: