Revide, Ribeirão tem alerta para calor e baixa umidade do ar na tarde desta sexta-feira, 18, clima, calor, umidade do ar, qualidade do ar, ribeirão preto

Qualidade do ar é considerada ruim nesta sexta-feira, 18, com aumento de partículas inaláveis

Ribeirão tem alerta para calor e baixa umidade do ar na tarde desta sexta-feira, 18

Segundo Inmet, a umidade pode chegar aos 12% hoje, com risco de incêndios e à saúde

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de risco para o calor e a baixa umidade do ar em Ribeirão Preto, na tarde desta sexta-feira, 18. 

"Umidade relativa do ar variando entre 20% e 12%. Risco de incêndios florestais e à saúde. Ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz", diz o aviso do instituto, que prevê máxima de 38º nesta tarde e faz as seguintes recomendações:

- Beba bastante líquido.

- Atividades físicas não são recomendadas.

- Evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia.

- Use hidratante para pele e umidifique o ambiente.

- Obtenha outras informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

No início da semana, a Defesa Civil também divulgou um aviso sobra a onde de calor que atingiria a cidade a partir de quarta-feira, 16, até esse sábado, 19. Segundo boletim do órgão, as temperaturas podem chegar aos 40°C. Na última sexta-feira, 11, Ribeirão Preto registrou o dia mais quente do ano, com temperatura de 39,2°C, segundo também a Defesa Civil, que utiliza dados meteorológicos da Somar. 

Já no sábado, 12, a cidade entrou em estado de emergência para baixa umidade do ar. Segundo a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), às 15h, foi registrado índice de 11%, e 37,9°C de temperatura.

Ainda segundo Cetesb, nessa quinta-feira, 17, a umidade do ar chegou aos 13% às 15h e a temperatura máxima atingiu os 38°C às 14h.

Nesta sexta-feira, às 11h, os termômetros da estação da Cetesb na cidade já batiam os 33,7°C. A qualidade do ar na cidade também está comprometida, considerada ruim em índices de material particulado inalável. 

De acordo com o monitoramento por satélite da agência ClimaTempo, é esperado por um aumento da fumaça sobre o Estado de São Paulo nesta sexta-feira, 18, vinda em parte de Mato Grosso do Sul.

O aumento da cobertura de fumaça vai favorecer a maior interação deste material particulado com a luz do sol aumentando a chance dos tons alaranjados e avermelhados no pôr do sol do Estado de São Paulo.

Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhar: