Revide,Pais de Nicolas também lutam por tratamento de síndrome rara em Ribeirão Preto,Campanha, AME, Juntos pelo Nicolas, Ribeirão Preto

Pais de Nicolas também lutam por tratamento de síndrome rara em Ribeirão Preto

Com o mesmo problema de Joaquim, família de criança luta pela sua vida desde seus três meses de idade

Após a campanha AME Joaquim ter ganhado espaço em toda mídia brasileira, famílias de várias crianças com a mesma síndrome também começaram a realizar campanhas para arrecadações de doações para o tratamento da Atrofia Muscular Espinhal (AME). Como o caso da família do ribeirãopretano Nicolas, que, por meio da página “Juntos pelo Nicolas”, luta pelo tratamento do pequeno.

Nicolas Henrique Vianna da Silva, de 1 ano e 7 messes, sofre do tipo I da doença.  Desde seus primeiros dias de vida os médicos notaram que ele possuía debilitação na saúde e com apenas três messes de vida foi internado. O pequeno teve alta com quase um ano de idade.

Atualmente, Nicolas respira por aparelhos e não realiza a fisioterapia diária de que precisa. A esperança da família é o medicamento Spiraza, que foi recentemente aprovado nos Estados Unidos, e custa em torno de U$ 150 mil dólares cada dose.

Com o custo alto das doses, a família realiza campanha na internet para arrecadação de fundos para o tratamento. As doações podem ser feitas por meio do site vakinha ou pela conta do pequeno.

Dados: Caixa Econômica Federal – Agência 4242. Conta poupança 4799-5.Operação 013 – Nicolas Henrique Vianna da Silva.

Foto: Reprodução Facebook

Compartilhar: