Revide, Em 2017, já são 130 ações na justiça contra prefeitura por vaga em escola, creche, escola, vagas, ribeirão preto, ações, justiça, educação

Em 2017, já são 130 ações na justiça contra prefeitura por vaga em escola

Pedidos são para matrículas em creches e em escolas da rede municipal mais próximas da casa dos estudantes

Só em 2017, a Prefeitura de Ribeirão Preto já sofreu 130 processos de pais de crianças e adolescentes para garantir uma vaga para os filhos em uma creche ou em escolas do ensino fundamental no município, de acordo com a Secretaria da Educação.

Na maioria dos casos, os pais pedem a garantia de uma vaga na unidade para crianças de até três anos de idade - segundo a prefeitura, a demanda é de 4 mil novas vagas, o que a administração espera suprir até o ano de 2020, em seu Plano de Metas, divulgado em abril.

A Secretaria da Educação ainda informa que no ano de 2017 foram criadas 331 novas vagas, só que em creches particulares que mantêm convênio com o município. Atualmente, Ribeirão Preto tem, aproximadamente, 11 mil crianças matriculadas nas creches municipais.

Porém, existem outros casos de pais que entram na justiça: são aqueles que querem garantir que os filhos estudem em uma escola mais próxima de casa. Segundo a Secretaria da Educação, nestes casos, assim como os da creche, o procedimento adotado pelo município é o de atendimento às determinações judiciais.

Em alguns casos, a justiça determina o pagamento de multa, caso as decisões judiciais favoráveis sejam acatadas, que podem variar de R$ 500 a R$ 3 mil.

Em Jaboticabal MP pediu bloqueio

No fim de 2016, o Ministério Público Estadual pediu o bloqueio de R$ 9 milhões da verba da prefeitura de Jaboticabal para abertura de novas vagas em creches – a lista de espera chegava a 700 crianças - caso o problema não fosse solucionado até maio. Segundo a Prefeitura de Jaboticabal, o número foi zerado ainda em abril deste ano, antes do prazo determinado pelo MP para que a lista de espera fosse zerada.

Foto: Julio Sian

Compartilhar: