Revide, Ministério Público investiga denúncia de "rachadinha" na Câmara de Ribeirão Preto , Ribeirão Preto, Câmara Municipal, Política, Justiça, Ministério Público

Vereador Sérgio Zerbinato, de Ribeirão Preto, foi acusado por ex-assessora de praticar “rachadinha”.

Ministério Público investiga denúncia de "rachadinha" na Câmara de Ribeirão Preto 

Vereador Sérgio Zerbinato (PSB)  foi acusado por ex-assessora por suposta prática de “rachadinha” no gabinete 

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) instaurou na terça-feira, 30 de novembro, um inquérito civil para investigar uma denúncia atribuída ao vereador Sérgio Zerbinato (PSB), acusado por uma ex-assessora de repassar recursos públicos do gabinete para sua irmã. 

Segundo o documento, assinado pelo promotor do Ministério Público do Estado de São Paulo, Sebastião Sérgio da Silveira, o inquérito irá apurar possíveis irregularidades do vereador Sérgio Zerbinato, considerando que a prática conhecida como "rachadinha" tipifica o crime de peculato, além de ato de improbidade administrativa. 

De acordo com a acusação de uma ex-assessora do vereador, ela teria transferido parte de seu salário como servidora comissionada na Câmara de Ribeirão Preto para a irmã do vereador, Dalila Zerbinato.

“Importante deixarmos claro que, aqui na promotoria nós apuramos apenas improbidade administrativa. Se verdadeiras as acusações, pois estamos no início ainda, pode caracterizar crime de peculato e exatamente por isso comuniquei a Promotoria Criminal, para que eles adotem eventuais providências, e nossa expectativa é de que a Câmara e o Tribunal de Contas também apurem os fatos, pois tem repercussão nestas áreas”, explica o promotor Sebastião Sérgio da Silveira. 

Ainda segundo o promotor de Justiça de Ribeirão Preto, a investigação está em fase inicial e o inquérito foi instaurado para apurar os indícios.

Procurado, o vereador Sérgio Zerbinato não retornou o contato da reportagem.

Foto: Reprodução/Facebook 

Compartilhar: