Revide, Sem lugares na Câmara, vereadores improvisam espaço e mobiliário, câmara municipal, vereadores, ribeirão preto

Sem lugares na Câmara, vereadores improvisam espaço e mobiliário

Faltam materiais que vão de impressoras a cadeiras; até a prefeitura foi acionada para solucionar os problemas

A Câmara Municipal de Ribeirão Preto volta de recesso das sessões ordinárias apenas no dia 7 de fevereiro, mas, até lá, a Casa terá de superar outros desafios para poder abrigar os cinco novos parlamentares, após a ampliação no número de vagas de 22 para 27. De acordo com a Mesa Diretora, falta até mobiliário.

Leia mais:
Construção de anexo da Câmara caminha para CPI

Na última semana, ao anunciar medidas de contenção de gastos na Câmara, o presidente da Casa, Rodrigo Simões (PDT), afirmou que em 2017 a Câmara passaria por necessidades financeiras e que a gestão anterior não se preparou para a ampliação no número de cadeiras disponíveis.

Tanto que faltam equipamentos, como impressoras, que Simões pediu para os vereadores que tivessem mais de uma máquina em seus gabinetes pudessem disponibilizar para que fossem instaladas no espaço reservado de outros vereadores, e mobiliário, como cadeiras, por exemplo.

O vereador Eliseu Rocha (PP), um dos novatos, disse que teve de levar material por conta própria para seu gabinete, já o vereador Renato Zucoloto, do mesmo partido, informa que embora já tenha se alocado em seu gabinete, a estrutura de trabalho ainda é bem limitada.

Outro vereador que estreia na legislatura, Boni (Rede), que é o primeiro Vice-Presidente da Mesa Diretora, disse que acredita que essa situação é natural, em razão de ser um início de legislatura. “É um momento transitório. Mas não é nada grave, com o tempo vamos acertando a situação”, apontou o vereador.

A Presidência da Câmara informou que a situação em questão está sendo resolvida, e deve ser concluída até a volta do recesso, mas que teve de pedir ajuda da Prefeitura, que disponibilizou o mobiliário que a Câmara necessita.

Na primeira sessão ordinária do ano, realizada no dia 1º de janeiro, para que fosse decidida a formação da Mesa Diretora da Casa, os vereadores novatos tiveram que se sentar em mesas improvisadas no plenário.

Foto: Câmara de Ribeirão Preto

Compartilhar: