Revide,Vereador diz que existe "grande equívoco" em acusação,isaac, atnunes, operação, temis, ministério público

Parlamentar garante que nunca possuiu nenhuma ligação com escritório de advocacia investigado pelo Ministério Público

Vereador diz que existe "grande equívoco" em acusação

Em nota, Isaac Antunes afirma que há confusão com movimento político com ligação a investigados na Operação Têmis

O vereador Isaac Antunes (PR) afirmou que há equivoco no envolvimento de seu nome em irregularidades investigadas pelo Ministério Público e pela Polícia Civil. Nessa quinta-feira, 11, o promotor Aroldo Costa Filho afirmou que pedirá a Justiça Eleitoral a cassação de Antunes.

Leia mais:
Promotor diz que vai pedir cassação de vereador de Ribeirão Preto

Em comunicado, o vereador declarou que está “acontecendo um grande equívoco”, isso porque, de acordo com ele, estão confundindo um movimento, do qual ele participou junto de outras pessoas, com uma associação que seria utilizada para atrair pessoas com a intenção de limpar o nome com credores, por meio dos advogados investigados na Operação Têmis, deflagrada na quinta. Segundo o parlamentar, a ação da qual ele fazia parte teve início com o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Antunes ainda disse que não possuía ligação com o escritório de advocacia e nem com a associação que são investigados.

“Está acontecendo um grande equívoco.

Estão confundindo um sério movimento social que teve a participação de diversas pessoas e que se iniciou com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, denominado 'Muda Ribeirão', com a associação Ribeirão Pode Mais, que possui CNPJ e endereço fixo constatado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público.

O Vereador Isaac Antunes nunca possuiu nenhuma ligação com o escritório e nem com a associação.

Vamos continuar um trabalho sério e honesto.”

Foto: Allan S. Ribeiro/Câmara

Compartilhar: