Revide, Com hit “Despacito”, enfermeiras fazem campanha pelo aleitamento materno, amamentação infantil, aleitamento materno, unidade saúde família, maria casagrande, saúde, despacito, agosto dourado

Com hit “Despacito”, enfermeiras fazem campanha pelo aleitamento materno

Funcionárias da Unidade de Saúde da Família "Maria Casagrande", em Ribeirão Preto, usam a criatividade em prol da saúde

Uma ideia criativa chamou a atenção dos internautas ribeirãopretanos nos últimos dias. Na 26ª Semana Mundial da Amamentação, do dia 1º ao dia 7 de agosto, a Unidade de Saúde Família (USF) Ernesto Che Guevara – Maria Casagrande produziu um vídeo parodiando o sucesso mundial “Despacito”, a fim de promover a conscientização e a importância do aleitamento infantil às mães de Ribeirão Preto. Veja abaixo.

“É uma tradição da nossa unidade produzir uma paródia todo ano, com produção das próprias agentes comunitárias em cima da música da moda no momento”, diz Claudir Hayaxibara, gerente do local. Situada no Jardim Maria Casagrande Lopes, Zona Norte da cidade, a unidade de saúde sempre aproveita as épocas de campanhas para promover ações criativas em temas que vão além da amamentação, como o Outubro Rosa, mês em que se promove a conscientização sobre o Câncer de Mama.

Só no ano passado, a unidade Maria Casagrande produziu três músicas parodiadas para promover ações de saúde, como canções de Wesley Safadão, da Banda Vingadora e de famosas duplas sertanejas.

De acordo com Prefeitura, o vídeo já possui mais de 10 mil visualizações. “Vimos na internet um vídeo do Despacito voltado ao parto, do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Porto Alegre e resolvemos fazer a nossa própria versão para a Semana Mundial da Amamentação”, explica Rafaela Azenha, uma das enfermeiras responsáveis pelo atendimento a gestantes da USF, formado por uma equipe composta por cerca de 20 mulheres, entre enfermeiras e agentes comunitárias.

O clipe foi produzido em menos de uma semana e filmado na própria unidade, por meio de um celular. Todo o processo foi feito voluntariamente, incluindo as gravações em estúdio e edição, com o envolvimento das funcionárias do local.

Entre as agentes comunitárias da produção estão Luciana Aguiar, que ficou como vocalista principal da paródia, e a gestante Hosana Maria da Silva, grávida de nove meses, que compôs a letra, além de também aparecer no vídeo. “E o resto ficou nos vocais de apoio e dançando no fundo do vídeo”, brinca a enfermeira Karina Aparecida, em meio a risadas. “Se toda a nossa equipe não tivesse abraçado a causa, não teríamos o sucesso que estamos tendo”, completou Karina.

Ao exibirem o vídeo antes de uma palestra de uma pediatra sobre o tema, os pacientes cantaram junto e adoraram a ideia das funcionárias. “A música trata de conceitos importantes em uma forma lúdica, envolvendo mais as pessoas, que nos reconhecem nos vídeos e se divertem”, completa Rafaela, citando que a letra foca nos benefícios da amamentação infantil e os nutrientes essenciais que o bebê precisa em sua alimentação.

Aleitamento

A USF Maria Casagrande pertence à rede de coleta de leite materno do Ministério da Saúde, em parceria com o Hospital das Clínicas, que alimenta crianças prematuras internadas, cujas mães não têm condição de amamentar seus filhos.

Atualmente, a unidade atende 55 gestantes cadastradas. O trabalho da equipe é feito durante o ano todo, realizando ações anuais sobre alimentação pós-leite materno, bingos com avós das pacientes, corais e passeatas, onde as pessoas tiram dúvidas de uma forma prática.

“O cuidado com a amamentação começa já no pré-natal e aqui toda a equipe, das enfermeiras às agentes comunitárias, acompanha de perto nossas pacientes, com o objetivo de fortalecer a saúde da família”, conclui a gerente Claudir.

Questionadas sobre a possibilidade de fazer um CD com suas paródias gravadas, as enfermeiras dão risada e não descartam a proposta. “É uma boa ideia, vamos dar uma olhada na nossa pasta de músicas e pensar no assunto”, diz a enfermeira Karina.

Amamentação Infantil

A orientação dada às mães é que até os seis meses de idade o bebê tenha como fonte exclusiva de nutrientes a amamentação materna e, posteriormente, ter uma alimentação complementar acompanhada do aleitamento até os dois anos, como papinhas, sucos e frutas.

Recentemente, o mês de agosto foi declarado oficialmente como Mês do Aleitamento Materno, ou Agosto Dourado, em proposta aprovada pelo Plenário do Senado no dia 22 de março deste ano, com o intuito de incentivar a conscientização do tema no Brasil.

Em Ribeirão Preto, são 23 instituições que fazem parte do comitê municipal de aleitamento materno. “Nosso objetivo é capacitar os profissionais, montar projetos educativos e melhorar o aleitamento nas creches da cidade”, afirma Márcia Guerreiro, coordenadora do Programa de Aleitamento Materno da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto.

A próxima ação da Semana Mundial de Amamentação será neste domingo, 6, às 8h30 da manhã, no Parque Curupira. O evento terá apresentação do coral do Hospital das Clínicas e da Faculdade de Medicina da USP Ribeirão, uma peça teatral sobre a amamentação e caminhada coletiva.

Foto: Pedro Grossi

Compartilhar: