Revide, Ribeirão Preto registra altas temperaturas e baixa umidade do ar, umidade do ar, clima seco, poluição

Ribeirão Preto registra altas temperaturas e baixa umidade do ar

Nestes períodos é necessário aumentar o cuidado com o sistema respiratório, em função do aumento da poluição

A baixa umidade relativa do ar registrada também em Ribeirão Preto nos últimos dias despertou a atenção quanto aos cuidados que se deve tomar em situações como essas. Os dias têm sido de grande amplitude térmica (temperaturas mínimas e máximas com grande diferença) e o clima bem seco.

Em siituações como essa os cuidados com a saúde devem ser ampliados, já que os poluentes permancem mais tempo na atmosfera, provocando uma série de problemas, principalmente com relação às doenças respiratórias.

O sistema respiratório é o principal alvo de vírus e bactérias, que aproveitam o tempo seco, os locais fechados e as aglomerações para se espalharem. As doenças típicas deste período são resfriado, gripe, rinite, sinusite, faringite ou amigdalite aguda (inflamação de garganta), bronquite, pneumonia e asma.

A médica especialista em Pneumologia Pediátrica, Lídia Torres, comenta que quando o tempo está seco, existe mais poluição no ar. “O problema só vai resolver se chover,” disse.

Os aparelhos de ar para amenizar a agonia de baixa umidade não faz acabar com os problemas atuais do tempo. Lídia relata ainda que não adiante ligar os esterilizadores de ar. Isso só vai aumentar o número de fungos dentro de casa.

A baixa umidade também prejudica a dispersão de poluentes, gerando a concentração de enxofre, dióxido de nitrogênio, monóxido de carbono e partículas inaláveis.

Índice

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera como ideal a umidade do ar acima de 60%. É considerado estado de atenção quando a umidade cai abaixo dos 30%. Quando a umidade atinge níveis entre 19% e 12%, é decretado o estado de alerta. Abaixo disso, é considerado estado de emergência.

Segundo o Climatempo, o índice de umidade da manhã desta quarta-feira, dia 12, em Ribeirão Preto apontava às 9h em 38%. Porém, às 12h, o índice já estava em 30%, caindo para 27% por volta de 17h

De acordo com o site do Climatempo não há previsão de chuvas nos próximos dias. Neste final de semana, a temperatura máxima deve chegar a 29º C.

Prevenção

Seguindo orientação da OMS, a Secretaria da Educação de Ribeirão Preto informa que quando a umidade relativa do ar estiver abaixo do limite mínimo, 30%, as aulas de educação física nas unidades escolares da rede municipal devem evitar a prática de exercícios físicos no período das 10h às 15h.

Os exercícios físicos devem ser substituídos por jogos de mesa como xadrez e dama, e outras atividades de teor pertinente ao conteúdo pedagógico programado, em local coberto e arejado. O consumo de água também deve ser estimulado com maior intensidade durante esse período.

Segundo a médica especialista em Pneumologia, Giselle Consonni, a exposição solar durante o tempo seco promove perda de água pela respiração e pele levando a desidratação, ao hiperaquecimento do corpo e as quedas na pressão arterial. "Por isso, é necessário a ingestão de líquidos, que deve ser reforçada durante todo período de exposição", conclui. 

 

Revide On-line

Laura Scarpelini

Fotos: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas e Fábio Rodrigues Pozzebom/Abr

Compartilhar: