Música brasileira faz sucesso na França,<p>M&uacute;sica Brasilera, Fran&ccedil;a, Choro, Samba, Gafieira</p>

Música brasileira faz sucesso na França

O Festival Sesc Choro da Casa, que reuniu grandes nomes do gênero na cidade se encerrou no último dia 19 de abril. No entanto, assim como conquistou diversos adeptos ao redor do mundo, o Choro parece ter entrado na minha vida de uma maneira (muito) sutil.

Durante o festival, tive a oportunidade de conhecer o aclamado bandolinista Danilo Brito, que em 2014 lançou o seu mais recente trabalho nos Estados Unidos. País onde, segundo ele, Jacob do Bandolim é considerado um deus aos apaixonados por música brasileira.

Em tempos de desconfiança e insegurança política é de encher o coração de orgulho o fato de a cultura brasileira ser tão bem recebida fora dos nossos limites geográficos.

Ainda sobre o Choro, nesta semana conheci o trabalho da cantora, compositora e pesquisadora ribeirãopretana Daniela Rezende, que recentemente interpretou músicas de Pixinguinha e Dorival Caymmi no musical K-RIO-K (carioca), no Novo Teatro de Montreuil, em Paris (com seis noites em cartaz com os 400 lugares da casa lotados).

Leia mais: Ribeirãopretana faz apresentações na França
Ao lado de outros brasileiros a cantora prestou uma homenagem à nossa música, com foco na produção dos anos 1920 – com destaque para a Gafieira, o Choro e o Samba.

Em um bate-papo ao telefone com Daniela, que vive na França desde 2010 para desenvolver sua tese de doutorado: "A Improvisação no Choro – estudo analítico da obra de Pixinguinha de 1917 aos dias atuais"; fiquei ainda mais feliz em saber que, mesmo entre os agitadores culturais franceses, a cultura brasileira é muito querida e amplamente estimulada.

Além do espetáculo K-RIO-K, idealizado pelo jornalista, radialista e DJ francês Remy Kolpa Kopoul, existem alguns espaços em Paris destinados aos gêneros musicais tipicamente brasileiros.

Nesta sexta-feira,dia 24 de abril, por exemplo, Daniela fez uma participação especial no show da Orquestra do Fubá – uma das maiores referências da música brasileira na Europa – no Studio L'Ermitage.

No mesmo local, a cantora fará mais uma participação nesta segunda-feira, dia 27, no show de Mariana Baltar, que contará ainda com a participação especial de Camila Costa e será organizado por Clélia Morali (considerada a mais brasileira das francesas), da Associação Saravá.

Em maio Daniela se apresentará em duas datas, nos dias 3 e 10, ao lado da acordeonista Maria Inês Guimarães no espaço Lusofolies, uma galeria/café dirigido por um português apaixonado por música brasileira.

A cantora conta ainda que há três noites fixas voltadas para o forró. “É muito bacana. Você paga uma quantia de doze euros, tem direito a uma aula de forró. Depois disso, o DJ toca uma música para os frequentadores praticar, em seguida vem uma banda pra tocar ao vivo”, explica Daniela.

Daniela tem ainda um projeto de músicas autorais em que faz duo com o violonista brasileiro Thomas Saboga.

É música brasileira sendo bem representada!

Conheça parte do trabalho de Daniela Rezende

Compartilhar:




BlogMusicólatra

Bruno Silva
PorBruno SilvaJornalista, e-mail:bruno@revide.com.br
Ver todas as postagens deBruno Silva