Quatro cachoeiras para conhecer na região de Ribeirão Preto
Quatro cachoeiras para conhecer na região de Ribeirão Preto

Quatro cachoeiras para conhecer na região de Ribeirão Preto

Espalhadas pela região, as diversas cascatas possuem características especiais em Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Delfinópolis e Altinópolis

Para quem gosta da natureza, uma ótima opção para curtir o final de semana, ou até mesmo um feriado, são as cachoeiras que se encontram na região de Ribeirão Preto. Por isso, o Portal Revide separou quatro locais diferentes para você relaxar e tomar um banho de água na mata. Confira:




1. Cachoeira da Serra

A 65 km de Ribeirão Preto, a Cachoeira da Serra, fica em Cajurú, e abriga aproximadamente 70 cachoeiras e quedas de água, além de grutas e trilhas no meio da fauna e flora.

Na Cachoeira da Serra, o turista encontra também área para camping, bar e restaurante.







2. Cachoeira do Itambé

Localizada no município de Cássia dos Coqueiros, a 81 km de Ribeirão Preto, possui 84 metros de altura, cravada em um vale com fauna e flora diversificada. Para os que querem se aventurar no pé da Cachoeira de Itambé, há uma trilha com um declive acentuado, onde os visitantes contam apenas com cordas que servem de corrimão.

Ao todo, são cerca de 100 metros de descida.

Na Itambé também, possui uma estrutura no alto da cachoeira com estacionamento e um bar para os turistas da região.



3. Cachoeira do Claro

A Cachoeira do Claro é um das diversas cachoeiras que se encontram na região de Delfinópolis, na Serra da Canastra.

O município que fica a 182 km de Ribeirão Preto, abriga cerca de 100 cachoeiras com águas cristalinas e atraem turistas de todo o Brasil.

Outro atrativo na Serra da Canastra são as pousadas. Todas oferecem comida mineira, além de bar e camping para as pessoas.


4. Cachoeira do Itambé 2

Em Altinópolis, que fica a 70 km de Ribeirão Preto, também existe uma Cachoeira do Itambé. Ela fica na gruta do Itambé e tem em média 50 metros de altura.

A gruta é conhecia por possuir uma formação arenítica, o que torna suscetível a grandes desgastes, tanto pela ação antrópica quanto pela ação natural.

Outra atração do local são duas cavidades em forma de orelhas, que jorram água. Esse fenômeno é causado pela absorção de água pelo solo exterior da gruta.

Compartilhar: