Revide, Ribeirão Preto retrocede em plano de retomada e terá de fechar comércio , retomada, são paulo, governo, pandemia, economia, ribeirão preto

Anúncio foi feito em coletiva de imprensa no início da tarde desta quarta-feira, 10

Ribeirão Preto retrocede em plano de retomada e terá de fechar comércio

A partir do dia 15 de junho, lojas imobiliárias, concessionárias e escritórios deverão ser fechados novamente na cidade e na região

Em anúncio sobre a nova fase do Plano São Paulo, no início da tarde desta quarta-feira, 10, o governo do estado anunciou que Ribeirão Preto terá de voltar para a primeira fase, a vermelha, e fechar novamente o comércio considerado não essencial, imobiliárias, concessionárias e escritórios. Portanto, estabelecimentos que estavam autorizados a reabrir, com restrições, desde o último dia 1º, terão de voltar a fechar as portas nos 26 municípios que fazem parte da Diretoria Regional de Saúde XIII (DRS). As cidades são:

Altinópolis; Barrinha; Batatais; Brodowski; Cajuru; Cássia Dos Coqueiros; Cravinhos; Dumont; Guariba; Guatapará; Jaboticabal; Jardinópolis; Luís Antônio; Monte Alto; Pitangueiras; Pontal; Pradópolis; Ribeirão Preto; Santa Cruz Da Esperança; Santa Rita Do Passa Quatro; Santa Rosa De Viterbo; Santo Antônio Da Alegria; São Simão; Serra Azul; Serrana; Sertãozinho.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, além da região de Ribeirão Preto, apenas as regiões de Barretos e Presidente Prudente retrocederam no plano e voltaram para a fase vermelha, de uma quarentena mais restritiva, que vai até o dia 28 de junho. Todas as outras DRS do estado estão, a partir da próxima segunda-feira, 15, na fase 2, a laranja. 

Leia mais:

Região de Ribeirão Preto é a terceira com o maior número de internações em todo o estado

Arte Revide

Compartilhar: