Revide, Estado de São Paulo assume compromisso com as campanhas da ONU, ONU, campanha, Estado

Confira as metas que serão traçadas por SP para cumprir o compromisso com a ONU

Estado de São Paulo assume compromisso com as campanhas da ONU

Com o intuito de reduzir a emissão de poluentes até 2050, o Estado desenvolve metas e projetos para os próximos anos

As cidades do Estado de São Paulo vão aderir um compromisso com a ONU para reduzir a emissão de gases poluentes e atenuar os efeitos climáticos. O acordo foi oficializado nessa terça-feira, 20, em cerimônia realizada por videoconferência com o Governo do Estado, que firmou adesão às campanhas mundiais, Race to Zero e Race to Resilience.

A cerimônia contou com a participação do governador João Doria (PSDB), que assinou o decreto assegurando o comprometimento estadual diante de ambientalistas, organizações internacionais e o embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson. O Estado de São Paulo é o primeiro a assumir o compromisso por meio de um decreto governamental.

Para as cidades, o desenvolvimento do projeto Municípios Resilientes acontece, com a formulação de planos municipais de adaptação climática por meio da base estadual de geodados do Estado, em parceria com a agência alemã de cooperação GIZ.

Segundo o Governador, São Paulo tem um plano de ação climática a ser obedecido até 2050. A partir disso, o Estado irá traçar metas e soluções para energias renováveis, restauração florestal, agricultura de baixo carbono, bioeconomia, proteção da biodiversidade, controle e prevenção da poluição, qualidade do ar, transportes sustentáveis, segurança hídrica, saneamento ambiental, municípios resilientes e cidades sustentáveis.

 “O decreto assinado neste evento marca a adesão definitiva de São Paulo à campanha mundial Race to Zero e estabelece que o Estado tem um plano de ação climática até 2050 para ser obedecido. Neste plano nós estabelecemos metas intermediárias para o período de 2030 a 2040, avançando de forma escalonada e previsível com as medidas de redução de emissão de carbono no Estado de São Paulo”, afirmou Doria.

*Texto: Susanna Nazar, com informações do Governo do Estado de SP e supervisão de Raissa Scheffer.
 

Foto: Governo de São Paulo

Compartilhar: