Revide, Justiça suspende vereador acusado de manter ambulatório clandestino, villela, waldyr, ribeirão preto, vereador, parlamentar, política, câmara

Foram feitas buscas em suposta clínica clandestina mantida pelo parlamentar

Justiça suspende vereador acusado de manter ambulatório clandestino

Ministério Público e Polícia Civil acreditam que Waldyr Villela está atrapalhando investigações

A pedido do Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Civil, a justiça suspendeu das funções como parlamentar do vereador Waldyr Villela (PSD). A promotoria suspeita que ele tenha tentado atrapalhar as investigações, escondendo documentos.

Leia mais:
Ambulatório clandestino de vereador é descoberto pelo Gaeco

O Gaeco informa que durante as buscas em uma suposta clínica clandestina, onde Villela, que é dentista, atenderia pacientes atuando como médico, os armários estavam vazios, aparentando terem sido recentemente esvaziados, sem que tenha sido permitido o recolhimento de agendas, cadernos de atendimento, fichários de pacientes, ou outras anotações típicas à atividade. Isso foi constatado em busca e apreensão promovida pelos investigadores.

No pedido à justiça, o Ministério Público e a Polícia Civil entenderam que esses fatores possibilitariam a prática de outros crimes através do desvio de função dos assessores, bem como a ocultação de outras provas e a destruição de documentos importantes para a investigação.

Com a decisão, Villela está proibido de acessar a Câmara Municipal, exercer atos estranhos à odontologia, bem como manter contato com seus assessores ou deixar a cidade.

Ele falou

Na sessão de quinta-feira, 10, Villela compareceu à Câmara após licença médica, disse que as acusações são falsas e afirmou que está com a cabeça tranquila. Leia mais aqui.

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Compartilhar: